↰ voltar ao início

tmergulhao/blog


Year Walk

Nova proposta de aventura e suspense da Simogo na App Store que abraça o jogador num clima inebriante de enigma e folclore.

Os desenvolvedores — já consolidados pela criação de jogos como Bumpy Road, Beat Sheak Bandid e Kosmo Spin — mudaram o foco do seu trabalho de entretenimento casual com a criação de uma das mais elegantes propostas artísticas em jogos da atualidade. O encantador Year Walk foi lançado no dia 21 de fevereiro e faz sucesso como Escolha dos Editores na App Store.

Year Walk

Lembrando muito Sword and Sworcery, o jogo conta com interações em descoberta tratando como meios o toque, a musicalidade e a interpretação. Referências múltiplas como diretor David Lynch, filmes de terror japonês e Zelda contrapôem-se com a consistência na experiência provida. O misticismo sueco é tratado como a magia intrínseca: não para ser entendida mas sentida e temida.

Apostando no conceito de mistério e obscuridade o quarto projeto da Simogo coloca o jogador várias vezes em posições desconfortáveis sobre o que fazer e para onde ir. Por vezes o mesmo leva a momentos de frustração e terror. Com enigmas elegantes mas acessíveis ao aprendizado, o jogo se distancia de ser um título obscuro e ilumina uma trilha para seguir seu enredo.

O projeto nasceu do script para filme escrito em suéco por Jonas Tarestad assistido por Theodor Almsten, especialista em etnologia e folclore sueco. O texto se tornou um jogo elegante pela mão da Simogo acompanhado da trilha sonora contagiante por Daniel Olsén. Como dizem os próprios criadores:

Year Walk is a first person mystery puzzle story picture book.

Year Walk é uma história-enigma em livro pictográfico de primeira pessoa.

A história se dá no final do ano de 1891 onde o personagem principal segue o rito de Year Walk. Uma jornada de visões e mistério onde o viajante experiência perigo espiritual, mental e mortal. Em busca de ver o futuro no ano seguinte, o andarilho interage com entidades folclóricas diversas cuja natureza não é limitada por bem e mal. Aventurando-se nas vésperas de natal ou ano novo, passa por várias provações e mistérios e se chegar ao interior da igreja terá uma visão de seu futuro.

Está disponível um aplicativo de companhia gratuito que traz conteúdo adicional para os jogadores e curiosos. Essa separação leva a um novo grau de aventura e traz aos interessados ainda mais magia. O Year Walk Companion libera, ao final do jogo, conteúdo adicional sobre o tema na forma do diário de year walking de Theodor Almsten. Esse conteúdo leva a descobertas e conclusões mais profundas no jogo principal.

A falta de menus e opções no jogo faz do título seja uma experiência de imersão que leva a crer na história e distancia da segurança do botão de pausa. Este aplicativo representa claramente um movimento de limpeza e de interface como experiência pura nos programas. A forma de jogar é o paradoxo da obscuridade e da clareza. Livre de guia textual o jogo nos leva a experimentar os objetos e interagir com o universo que se apresenta como mescla do 3D e 2D em movimentos simples e concisos.

Year Walk será um dos aplicativos mais cotados desse ano e representa uma nova fronte cultural na produção de jogos e arte digital. Indicado para qualquer jogador trazendo emoção em vários momentos. É recomendável jogar no escuro, à meia noite, na véspera de ano novo.

Referências